Correção: São Paulo empata com o Coritiba e perde chance de voltar à liderança

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




O texto anterior continha um erro no oitavo parágrafo. Não há crase em à Luciano. Segue a versão corrigida.

Recebido com pedradas no trajeto até o estádio Morumbi, o São Paulo enfrentou o Coritiba neste sábado pelo Campeonato Brasileiro, em partida pela 32.ª rodada. O episódio lamentável em nada contribuiu para o desempenho do time comandado pelo técnico Fernando Diniz. Pelo contrário, o São Paulo que entrou em campo hoje parecia não querer estar ali e ficou no empate por 1 a 1 e perdeu a chance de voltar à liderança.

Apesar da má fase do time, que até a rodada passada liderava o Brasileirão, é difícil culpar, neste sábado, os atletas pela atuação desfocada e com pouca expressão que apresentaram perante um dos últimos colocados. Se a equipe de Fernando Diniz já enfrentava cobranças e entrou em campo muito pressionado, a aparente falta de envolvimento com o jogo por parte do elenco pode ser também explicada pela agressão sofrida horas antes. O empate reflete o espírito da partida, na qual se equipararam os dois adversários tecnicamente muito diversos e posicionados em situações contrárias na tabela de classificação.

O resultado deixa o São Paulo ainda na vice-liderança, com 58 pontos, e perdendo a chance de, ainda que provisoriamente, desbancar o Internacional. O Coritiba permanece na zona de rebaixamento, na 18.ª posição, com 27.

O JOGO - A partida foi iniciada com um São Paulo ofensivo, mas impreciso, errando muito e criando pouco. O fato de dominar a posse de bola não se convertia em chances para o gol finalmente sair. A equipe parecia jogar como se não dependesse desse resultado para retomar a posição, como se estivesse garantido e isso abria oportunidades para o contra-ataque do Coritiba aparecer.

O primeiro lance de algum perigo veio aos 12 minutos com cabeceio de Brenner, que foi para fora. Esquentando o jogo após o lance, uma bela jogada pela esquerda começou com tabela de Reinaldo e Igor Gomes, que acabou com Juanfran finalizando direto para a defesa de Wilson. Aos 15, o Coritiba aproveitou espaço e, avançando pela lateral, Natanael cruzou direto para o cabeceio de Matheus Galdezani, acertando a direita da trave.

Os gritos de Fernando Diniz ecoavam em um Morumbi sem torcida, pedindo mais velocidade dos jogadores. Atendendo aos pedidos, o São Paulo aumentava a pressão. Em lance na área do adversário aos 19 minutos, Luciano caiu, levou as mãos à nuca por algum tempo e ficou pedindo pênalti. O árbitro não entendeu que havia falta e deu cartão amarelo para o atacante por reclamação. Em poucos minutos, já recuperado, o atleta ofereceu perigo ao goleiro do Coritiba cabeceando para o gol, mas a bola pegou no ombro e foi para fora.

O lance de maior perigo do primeiro tempo veio aos 37 minutos, quando o São Paulo teve sua grande chance de abrir o placar. Daniel Alves mandou belo passe direto ao pé de Luciano, que chutou e Wilson defendeu. Embalado após a jogada perigosa, Dani Alves seguiu sozinho, com domínio e fez a finalização, cobrando uma belíssima defesa de Wilson.

Na segunda etapa, o time paulista voltou mais estruturado, tecnicamente melhor e errando menos, mas ainda faltava a confiança, a palavra de ordem que o técnico bradava. O primeiro lance de perigo, porém, foi de Nathan, que recebendo passe de Galdezani, deu trabalho ao goleiro Tiago Volpi logo no primeiro minuto. A reação do São Paulo veio com boa bola de Daniel Alves junto a Reinaldo, que estava endereçada a Luciano até ser afastada para escanteio.

O contra-ataque do Coritiba estava a todo vapor, enquanto que o ataque do São Paulo parecia não se achar. Aos 13 minutos, porém, com bola parada cobrada por Reinaldo, Daniel Alves tabelou com Igor Gomes até chegar a Pablo, que dominou e faz chegar até Luciano. O atacante não desperdiçou e mandou direto para dentro, fazendo um bonito gol. Dani Alves ofereceu perigo novamente aos 23, mas se desequilibrou e não conseguiu seguir a jogada que poderia abrir a vantagem.

A vez do Coritiba parecia chegar conforme o tempo transcorria. Aos 33 minutos, Sarrafiore fez a sua primeira tentativa, trazendo a finalização que Tiago Volpi defendeu sem esforço. Aos 36, porém, mostrou a que veio e, batendo de primeira, mandou a bola da entrada da área direto ao gol. O resto do tempo de jogo seguiu sem maiores chances para ambos os lados, terminando em empate.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 x 1 CORITIBA

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Juanfran (Toró), Arboleda, Bruno Alves (Vitor Bueno) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê e Igor Gomes (Igor Vinícius); Luciano e Brenner (Pablo). Técnico: Fernando Diniz.

CORITIBA - Wilson; Natanael, Nathan Ribeiro, Henrique Vermudt e Jonathan; Nathan Silva (Pablo Thomaz), Hugo Moura, Matheus Galdezani (Matheus Bueno), Luiz Henrique (Sarrafiore) e Rafinha (Neilton); Nathan (Ricardo Oliveira). Técnico: Gustavo Morínigo.

GOLS - Luciano, aos 13, e Sarrafiore, aos 36 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luciano (São Paulo); Nathan Silva e Matheus Galdezani (Coritiba).

ÁRBITRO - Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).R

Notícia



Popular

Bate-papo com Marcio Giriboni - Atomix Som e Luz

Bate-papo com Marcio Giriboni - Atomix Som e Luz

Cine Petra Belas Artes só deve reabrir quando vacinação avançar

Rodado na pandemia,'Petite Maman' estreia na mostra competitiva de Berlim

Pandemia, estrutura e políticas explicam diferenças regionais no emprego, diz BC

Sem dar referências, Pazuello diz que Brasil é o 5º país que mais vacina no mundo

Farmácias detectam aumento de 66% de casos de covid-19 entre os dias 22 e 28

Litro da gasolina fecha fevereiro a R$ 5,16, diz ValeCard; diesel ultrapassa R$ 4

Padre Fábio de Melo se emociona com mãe vacinada: ‘Estava angustiado’

Com foco no Fed e na PEC emergencial, Bolsa fecha em alta de 1,35%

Nova Zelândia emite alerta de tsunami após registrar três fortes terremotos

GP de Portugal, em Portimão, é confirmado como a 3ª etapa da temporada da F-1

'Academia de política' do MBL é aposta do grupo em busca de renovação

Justiça de SP absolve Ricardo Salles em ação por improbidade na Várzea do Tietê

'Tinha medo de sofrer um boicote no trabalho', diz Dani Calabresa sobre denúncia

De olho na Série B, Botafogo anuncia contratações de lateral-direito e de goleiro

Campanha pró-CPI da pandemia une grupos de renovação e que pediram saída de Dilma

Europa enfrenta aumento de casos de covid em meio a vacinação lenta

IPC-C1 (baixa renda) sobe 0,40% em fevereiro ante 0,15% em janeiro, diz FGV

Explicações para variantes incluem imunidade comprometida e infecção longa

Nova Zelândia faz alerta de tsunami após registro de terremoto de magnitude 7,3