Rio faz 11.236 autuações por irregularidades contra covid-19 em oito dias

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




A Prefeitura do Rio de Janeiro realizou 11.236 autuações em oito dias de fiscalizações das medidas de proteção contra covid-19 na cidade. Ao todo, 539 bares, restaurantes e ambulantes foram multados e 155 estabelecimentos foram fechados.

Ontem, a prefeitura anunciou a prorrogação das medidas de proteção à vida até o dia 27 de abril. Continua proibida a permanência de pessoas na areia das praias; sendo permitida somente a realização de atividades físicas individuais e coletivas, desde que não cause aglomeração.

Também continua proibida a realização de eventos de qualquer natureza, festas, rodas de samba, em áreas públicas e particulares; bem como o funcionamento de boates, danceterias, salões de dança e casas de espetáculo.

Bares, lanchonetes, restaurantes, quiosques da orla e congêneres podem funcionar até às 21h, sendo permitido o consumo apenas para clientes sentados às mesas. Após este horário, eles terão tolerância de 1h para efetivo encerramento do atendimento.

Os comboios formados por agentes da Seop, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e apoio da Polícia Militar, atuaram em diversos pontos da cidade, entre eles Recreio dos Bandeirantes, Barra da Tijuca, Penha, Olaria, Bonsucesso, Ilha do Governador, Copacabana, Leme, Joatinga, Santo Cristo, Engenho de Dentro, Leblon, Madureira, entre outros pontos.

Notícia



MP e Defensoria começam a ouvir testemunhas e familiares do caso Jacarezinho

O Ministério Público (MP) e a Defensoria Pública do Rio recebem nesta segunda-feira, 10, testemunhas da operação policial e familiares dos mortos na semana passada no Jacarezinho, zona norte da cidade...