MP do Rio busca ajuda de polícia científica de SP para apurar ação no Jacarezinho

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




O Ministério Público do Rio (MPRJ) receberá ajuda da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) do Estado de São Paulo, órgão autônomo e independente, para a realização de diligências relacionadas à operação da Polícia Civil na favela do Jacarezinho, em 6 de maio. Na ocasião, 28 pessoas morreram, sendo 27 moradores e um policial.

Segundo o MPRJ, o órgão encaminhou ofício com requerimento para realização de perícias externas à Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. "Em resposta, além da análise de peritos, foram disponibilizados equipamentos e laboratórios para atendimento às demandas da investigação submetidas pela Força-Tarefa", diz trecho de nota encaminhada pelo MPRJ.

De acordo com o Ministério Público, a intenção é garantir "investigação de prova técnica autônoma e independente". Ainda em maio, o MPRJ criou uma força-tarefa para atuar exclusivamente na investigação.

Notícia



Ministro do STJ revoga prisão de suspeito de atear fogo na estátua do Borba Gato

O ministro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça, concedeu liminar em habeas corpus revogando a prisão temporária de Paulo Roberto da Silva Lima, conhecido como Paulo Galo, suspeito de participar do incêndio à estátua de Borba Gato, na zona sul de São Paulo...