Câmara rejeita todos destaques da oposição e PL dos Correios seguirá para Senado

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




A Câmara dos Deputados finalizou a votação do projeto de lei que abre caminho para a venda dos Correios. O texto foi aprovado mais cedo por 286 votos 173. Agora, a proposta seguirá para apreciação do Senado.

Se tiver o aval da Casa, o governo poderá prosseguir com o plano de privatização da estatal.

Todos os destaques apresentados pela oposição que pretendiam alterar o texto do projeto foram rejeitados pelo plenário da Câmara.

Ao fim da votação, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), agradeceu o "empenho" das lideranças em torno da matéria.

A proposta foi relatada pelo deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA).

"Queria agradecer ao empenho das lideranças desta casa, que muito embora pensam e possam de qualquer forma pensar diferente, tiveram comportamento e retidão na aprovação dessa matéria. Debate nesta Casa sempre deve ser respeitoso, talvez nós precisássemos só manter a postura no plenário desta Casa em relação ao que se discute e se debate, as opiniões e o debate têm que ser sempre explícita, clara e evidente, mas sempre com postura", também disse Lira, que criticou a postura de parlamentares durante a discussão do PL.

Notícia



Pará quer uso social para madeira de Belo Monte

O governo do Pará reagiu com indignação ao plano da concessionária Norte Energia, dona da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, que pretende transformar em carvão mais de 3,5 mil metros cúbicos de madeira, dos quais mais de 2 mil m³ são madeira nobre e protegida por lei federal...